quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Aliança pela Liberdade vence eleições do DCE


Hoje é, sem sombra de dúvidas, um dia histórico para a Universidade de Brasília. De acordo com informações da Secretaria de Comunicação da UnB, a Aliança pela Liberdade (chapa 8) foi a vitoriosa nas eleições para o Diretório Central dos Estudantes. De acordo com informações do Campus Online, a chapa vencedora recebeu 1.280 votos -- 188 a mais do a chapa 5, que ficou em segundo lugar. Isso marca um importante ponto de inflexão não apenas no movimento estudantil, mas representa uma crucial mudança de percepção por parte da comunidade acadêmica da Universidade de Brasília.

De todas as chapas que participaram do pleito, a Aliança pela Liberdade era a única que não pertencia ao espectro político de esquerda. Além disso, era também a única chapa que não era formada por partidos ou grupos políticos externos à universidade, conforme noticiou ontem reportagem publicada pelo Correio Braziliense na seção "Eu, Estudante". Outro ponto a se notar é que a Aliança pela Liberdade foi o primeiro grupo estudantil organizado da Universidade de Brasília a defender pontos rechaçados pela tradicional militância esquerdista dentro da universidade, como a importância das fundações privadas no financiamento de pesquisas e a necessidade de policiamento constante como uma das medidas de combate à violência dentro dos campi.

A eleição da chapa 8 expôs não apenas o grande racha que permeia os grupos políticos de esquerda dentro da universidade, mas também o grau de distância entre a realidade universitária e as propostas das chapas vermelhas. A vitória da Aliança pela Liberdade mostra que a comunidade discente da Universidade de Brasília aposta em políticas pragmáticas, realistas e que tenham impacto concreto positivo na instituição. A mesma ladainha de sempre do "fora isso, fora aquilo" está esgarçada, frágil e não encontra eco junto aos estudantes como acontecia há alguns anos.

Entretanto, a situação não são só flores. Ao ser anunciada a vitória da Aliança pela Liberdade, as outras chapas presentes à apuração manifestaram-se aos gritos de "não me representa". A próxima gestão do DCE da UnB certamente enfrentará uma oposição como nunca se viu antes, especialmente de grupos mais radicais dentro da universidade (ligados ao PSTU, ao PCO, ao MEPR e à RECC). A proposta de implementação do DCE parlamentarista pode ser eficiente em dissuadir a politicagem rasteira e trazer ao debate aqueles estudantes que realmente se importam com os rumos da UnB sob um ponto de vista realista, e não utópico. Ainda assim, apostar em um cenário específico por agora é bastante prematuro. Devemos acompanhar de perto a evolução dos acontecimentos daqui em diante com atenção e cuidado.

O blog Juventude Conservadora da UnB gostaria de parabenizar a Aliança pela Liberdade por essa vitória histórica. Essa conquista não é só importante para a comunidade acadêmica da Universidade de Brasília, mas também para todos os estudantes de universidades públicas ao redor do País. O resultado dessa eleição para o DCE é um refrigério de esperança para todos aqueles que vislumbram um ambiente universitário mais plural, humanista e democrático.

16 comentários:

  1. Parabéns! Show de bola!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, uma grande vitória! E não esmoreçam com a oposição...

    ResponderExcluir
  3. Em frente! Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Sim, vocês nos representam sim!

    ResponderExcluir
  5. Uma brisa agradável no dia: boa notícia e parabéns aos alunos conservadores da UNB que deram a cara, estão fazendo e mudando os rumos da enfadonha política estudantil esquerdista!!
    Isabel Nogueira

    ResponderExcluir
  6. Agora estou começando a ver a UnB com bons olhos, não vejo apenas aquele bando de radicais que picham genitálias e palavrões, além de palavras de ordem vermelhas por todos os cantos, vejo-a agora como um ambiente onde se começa a aceitar a diversidade, afinal nem todo mundo é obrigado a gostar de vermelho.

    ResponderExcluir
  7. "Saudações Cristãs", e vcs ainda se dizem plurais, democráticos? Quer coisa mais excludente que o cristianismo? Ou vcs vão reformulá-lo de forma que ele passe a aceitar mulheres, homossexuais, entre outras minorias sociais?

    ResponderExcluir
  8. Jovens com ideias novas e maravilhosas, Parabéns!

    "Ao discernir os direitos do homem, não podemos deixar de prever o fim de toda opressão. Cidadãos do mundo, aceitai a Glória dos filhos de Deus e sede LIVRES, Eesse é o vosso direito divino".

    (Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras - de Mary Baker Eddy)

    Abraços,

    Marcela Akyke
    Prof/Cientista Cristã

    (61) 8464 7729/ 8217 5587
    genteviva.marcela@gmail.com

    ResponderExcluir
  9. Sacanagem essa chapa ganhar ¬¬' NÃO ME REPRESENTA!!!

    ResponderExcluir
  10. Parabéns!Progresso!
    http://pamarangoni.blogspot.com/2011/10/um-seculo-separa-unb-da-usp.html#links

    ResponderExcluir
  11. Vocês estão no caminho certo, amigos! Parabéns: as universidades do Brasil vos seguirão. Contem com nosso apoio!

    ResponderExcluir
  12. Parabéns à chapa vitoriosa, e quem mais ganhou com isso foi a própria UnB e o movimento estudantil brasileiro. Chega de discursos utópicos em prol de um ideal externo, retrógrado e que não representa o interesse dos alunos da universidade. Sou estudante de engenharia e sei que 99% dos estudantes da FT se sentem sim representados por essa chapa, mesmo que muitos não tenham votado.

    ResponderExcluir
  13. Esses Lixos como essa @Renascida, são fundamentalista dos sem noção.
    Já não basta essas trupes se imcomodar com as orações dos Cristãos em locais publicos, agora vem aqui se incomodar por @Adriano Correa Lima ter cumprimentados com a Paz Cristã, num blog conservador? Essas merdas esquerditas acham que além do estado laico, a pessoa tem que ser "laica" também, e não pode expressar sua crença num blog conservador.
    Ta na hora da maioria botar esses esquerdopatas fundamentalistas da depravação no seu devido lugar,no lixo.

    ResponderExcluir
  14. Achei simplesmente ridiculos os gritos de "Nao me representa" por parte das outras chapas. A gestao anterior do DCE tambem nao me representava, absolutamente, e nem a muitas das pessoas que conheco, mas nem por isso houve uma manifestacao tao ridicula e deseperada por parte dessas pessoas.De fato, muitas pessoas que conheco, de diversos cursos, nem mesmo votaram na eleicao anterior para o DCE. A principal razao - entre as pessoas cm quem conversei - era justamente o fato de nao se sentirem representadas por nenhuma das chapas concorrentes. Eu mesma nao vi em nenhuma das chapas da eleicao de 2010 propostas condizentes com o que eu esperava de um DCE. A Alianca, na minha opiniao, apresentou propostas muito mais alinhadas com a realidade do estudantes da UnB, as demandas do dia-a-dia, as necessidades dos alunos em si. Por isso votei nela, e por isso tambem o fez a maioria dos alunos que votaram. A vitoria da Alianca foi tao legitima como a de todas as utras chapas anteriores.

    ResponderExcluir
  15. Parabéns pelo blog. Sou mais um seguidor. José Marcio Castro Alves.

    ResponderExcluir

Antes de comentar, leia a política de comentários do blog. E lembre-se: o anonimato é, muitas vezes, o refúgio dos canalhas.